terça-feira, 23 de setembro de 2008

Relaxa!

De uma hora para outra, as conjeturas-conscientes-filosóficas transformaram-se em sensações, emoções, arrepios... com eles e elas, as constatações, percepções e entendimentos afloraram. É..., a punheta sem fim irrompe em um gozo de auto-entendimento. Finalmente gozaste, oh irresoluto!!!
Goza e relaxa! Não como o Marthiniano impera!!
Obrigado Lacan, obrigado Carlos Eduardo!

Nenhum comentário: