segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Séries favoritas: Dexter

Dexter simplesmente arrebenta, um serial killer bonzinho, vejam só...

Tudo bem, americanos não sabem nada sobre psicanálise, mas vale a pena abraçar a loucura de Dexter. Ele se esforça para tentar entender o motivo de não ter sentimentos e para isso precisa permanecer vivo e para isso, precisa viver como uma pessoa normal e faz o máximo para que tudo dê certo.

Porém Dexter também não pode ficar sem matar. A bobagem do trauma de infância à parte, Dexter precisa exercitar seu desejo incontrolável de arrancar vidas. Para tanto, a série volta no tempo e conta como seu pai adotivo, ao perceber que o filho estava num caminho sem volta, resolve "treinar" o bad-boy para fazer direito e cria uma espécie de código: Dexter só mata gente malvada, muito malvada.

Dexter é a uma grande punheta, mas como todas, vale a pena. É divertido, irônico e principalmente emocionante.

A última temporada que vai começar agora no Brasil tem John Litgow arrebentando como um novo desafio para Dexter, não percam, vai começar dia 23. Eu já assisti, estou doido pra acompanhar a quinta temporada que vai começar nos EUA, mas agora não vai dar pra assistir tudo de uma vez... que remédio?

Nenhum comentário: